Curiosidades

Participou da “operação” de transferência dos negativos de esculturas do Museu do Louvre (somente no Brasil há os negativos das esculturas do Louvre) a fim de possibilitar a reforma do local onde estavam guardados. Como aluna do Curso de Escultura não permitiu que leigos fizessem a “mudança” da forma que pretendiam, pois sabia que o gesso de 1816 (havia sido trazido pela Missão Francesa) não resistiria a movimentos bruscos. Impediu, desta forma, que houvesse danos irreparáveis ao material e, consequentemente, à história da arte. A transferência foi realizada da forma correta e acompanhada por um competente restaurador.
Essas esculturas, no positivo, estão hoje em exposição no Museu de Belas Artes.